Histórico - 2005

 

Seminário de Roteiro Audiovisual

Seminário realizado de 09 de Abril a 28 de maio de 2005, no HSBC Belas Artes localizado na rua da Consolação, 2.423;
Realização: EDUCINE – Associação Cultural Educação e Cinema
Carga Horária: 28 horas
Coordenação Geral: Newton Cannito
Coordenação Pedagógica: Marcos Takeda
Coordenação de Produção: Simone de Lima
 
Programa:
 
Aula 1: As Etapas de um Roteiro
As etapas de um roteiro: elementos básicos, idéia, sinopse, escaleta, personagens, enredo, modos dramáticos.
 
Aula 2: Princípios e Técnicas Básicas de Roteirização
Roteirista e mercado de atuação. Técnicas: narrativa, estrutura. 
 
Aula 3: A Narrativa no Roteiro Cinematográfico
Narrativa: seqüência, ação, tempo, personagem, focalização.
 
Aula 4: Procedimentos de Linguagem
Procedimentos de linguagem: narrativa linear e não linear, multiplot, narrador, voz over.
 
Aula 5: Humor no Roteiro
Ferramentas do humor: referência imediata, deslocamento, non-sense. As formas de humor: trocadilho, sátira, paródia, caricatura, gag.
 
Professores: Fábio Camarneiro, Leandro Maciel, Hermes Leal, Rubens Rewald, Magalhães Jr. e Roberto Moreira.

Palestra 1:
Fernando Bonassi
 
Palestra 2: Roberto Moreira
 
Palestra 3: Marçal Aquino

 
**********
 
Seminário de Direção Audiovisual

Seminário realizado de 11 de junho a 06 de agosto de 2005, no HSBC Belas Artes localizado na rua da Consolação, 2.423.
Realização: EDUCINE – Associação Cultural Educação e Cinema
Carga horária: 28 horas
Coordenação Geral: Newton Cannito
Coordenação Pedagógica: Marcos Takeda
Coordenação de Produção: Simone de Lima
 
Programa:
 
Aula 1: Decupagem e o Cinema Clássico
O que é decupagem, noções de decupagem e regras de continuidade: regra de eixo, 30 graus, etc... Posições de câmera, montagem, disposição e movimentação dos atores no cenário. O ponto de vista da câmera e o direcionamento dos olhares dos personagens. O conceito de economia de posições de câmera.
 
Aula 2: Relação Entre Montagem e Direção 
A montagem no cinema clássico. Regras de continuidade. Impondo ritmo ao filme. A montagem descontínua do cinema moderno, o "faux raccord". A montagem de atrações.
 
Aula 3: Direção de Atores 
A interpretação dos atores no cinema enfocado a partir do papel da direção na criação autoral. Aspectos teóricos e práticos serão discutidos estabelecendo um diálogo entre os campos de criação do ator e de direção.
 
Aula 4: Concepção Sonora 
Técnicas de composição dirigidas à ação dramática. Conceitualização estética e processo de produção musical para o cinema.
 
Aula 5: Concepção Fotográfica 
Discussão sobre os conceitos de enquadramento, encenação e profundidade de campo. Profundidade de campo e profundidade de foco.
 
Aula 7: Do Roteiro a Direção:
O financiamento e o modo de produção. O argumento, a roteirização, escaletas. Os filmes de gênero no cinema clássico. O filme de gênero levado à televisão.
 
Professores: Lina Chamie, Michael Ruman, Leona Cavali, Alexandre Guerra, Carlos Ebert e Toni Venturi.

Palestra 1:
Jorge Furtado
 
Palestra 2: Beto Brant

 
**********
 
Trilha Musical Para Cinema - Módulo Básico

Seminário realizado de 14 de Abril a 12 de maio de 2005, na União Cultural Brasil Estados Unidos, à Rua Coronel Oscar Porto, 208 – Depto. Cultural
Realização: EDUCINE – Associação Cultural Educação e Cinema 
Carga Horária: 14 horas
Coordenação Geral: Newton Cannito
Coordenação Pedagógica: Marcos Takeda
Coordenação de Produção: Simone de Lima

Sinopse:
O curso apresenta um panorama da trilha musical para cinema, abordando temas como composição dirigida à ação dramática, conceitualização estética, entre outros. O curso tem como base o conteúdo das classes da cadeira de composição para cinema da Berklee College Music. 

Programa: 
 
Aula 1: A Música e o Som na Formação da Linguagem Cinematográfica
A história da música no cinema: dos primórdios aos dias atuais. Trabalhando dentro do cronograma de pós-produção. A decupagem da música no filme. Introdução aos conceitos de "Sound Design".

Aula 2: O Poder Discursivo da Música no Cinema
As funções da música nos filmes. O papel da música na narrativa. Estudo da composição temática aplicada no cinema. Convenções musicais adotadas na linguagem fílmica.

Aula 3: A Estética Musical no Cinema
Estudo dos estilos musicais e sua força dramática quando associados aos filmes. Desenvolvendo o conceito da trilha sonora. A diversidade e a combinação de elementos no criação da linguagem musical.

Aula 4: Apresentações dos Projetos de Análise, Realizados Pelos Grupos
Apresentação dos projetos de análise, discussões sobre os respectivos conteúdos.

Professor: Alexandre Guerra

 
**********
 
Trilha Musical Para Cinema - Módulo Avançado

Seminário realizado de 12 de junho a 14 de julho de 2005, na União Cultural Brasil Estados Unidos, à Rua Coronel Oscar Porto, 208 – Depto. Cultural
Realização: EDUCINE – Associação Cultural Educação e Cinema 
Carga Horária: 14 horas
Coordenação Geral: Newton Cannito
Coordenação Pedagógica: Marcos Takeda
Coordenação de Produção: Simone de Lima

Sinopse:
O curso é recomendado para músicos e aprofunda os temas apresentados no módulo básico. 

Programa:
 
Aula 1: Compondo Para Cinema
Melodia, harmonia, ritmo e orquestração na criação musical voltada para o cinema.  A música como suporte ao diálogo.

Aula 2: Introdução às Técnicas de Sincronização – Parte I – Click e Midi
Sincronizando a trilha sonora com a ação dramática. Introdução ao sistema de cálculo, medidas e conversões.

Aula 3: Introdução às Técnicas de Sincronização – Parte II – Andamento Livre
Introdução ao sistema de sincronização com andamento livre e utilização de recursos visuais (Bumpers e Streamers). Orientação sobre o 1º projeto musical.

Aula 4: Execução dos Projetos Musicais.
Reunião de alunos para execução das peças escritas pelos mesmos para o projeto proposto. Análise conceitual e musical sobre os mesmos.

Aula 5: Tema, Orquestração e Estilo.
Análise do tripé que estrutura a obra musical no cinema: Tema, estilo e orquestração. Análise de partituras (grades) e seus respectivos compositores. Orientação sobre o TCC.

Aula 6: Apresentação dos TCCs (Trabalhos de Conclusão de Curso)
Reunião de alunos para execução das peças escritas pelos mesmos para o projeto proposto. Análise conceitual e musical sobre os mesmos.

Professor: Alexandre Guerra
 

 
**********
 
História do Cinema - Módulo I

Seminário realizado de 11 de abril a 27 de abril de 2005, na União Cultural Brasil Estados Unidos, à Rua Coronel Oscar Porto, 208 – Depto. Cultural 
Realização: EDUCINE – Associação Cultural Educação e Cinema 
Carga Horária: 21 horas
Coordenação Geral: Newton Cannito
Coordenação Pedagógica: Marcos Takeda
Coordenação de Produção: Simone de Lima

Sinopse:
O curso oferece ao aluno uma visão panorâmica de alguns dos principais movimentos da História do Cinema, com ênfase na linguagem e em seus principais realizadores e inovadores. 

Programa:

Aula 1: O Melodrama e o Nascimento do Cinema Clássico
D. W. Griffith e as bases dramáticas do cinema norte-americano. A tradição de melodrama e sua tradução cinematográfica. O cinema clássico e a construção da indústria americana.

Aula 2: O Western: A Formação de Uma Nação
O principal gênero do cinema americano. O western e o tema da conquista do Oeste. A mitologia do faroeste e a construção do imaginário norte-americano.

Aula 3: Eisenstein e as Teorias de Montagem na Rússia
As teorias de montagem na Rússia. A influência do construtivismo no cinema de Sergei Eisenstein. “O Encouraçado Potemkin” e a montagem de atrações.

Aula 4: Filme Noir
As divergentes teorias, a discussão sobre o "gênero", suas origens, influências e seu legado.

Aula 5: Neo-realismo: O Cinema Fora do Estúdio
O cinema italiano no pós-guerra: a saída dos estúdios e a filmagem nas ruas. Por um cinema cotidiano e “desdramatizado”. A predominância do plano-seqüência.

Aula 6: Nouvelle Vague Francesa: A “Política dos Autores”
A produção teórica de André Bazin na “Cahiers du Cinema”. O “cinema de autor” e a primeira geração da nouvelle vague: Godard, Truffaut e Chabrol.

Professsores: Fabio Camarneiro, Leandro Maciel, Marcos Takeda e Newton Cannito.
 

 
**********
 
História do Cinema - Módulo II

Seminário realizado de 09 de maiol a 25 de maio de 2005, na União Cultural Brasil Estados Unidos, à Rua Coronel Oscar Porto, 208 – Depto. Cultural 
Realização: EDUCINE – Associação Cultural Educação e Cinema 
Carga Horária: 21 horas
Coordenação Geral: Newton Cannito
Coordenação Pedagógica: Marcos Takeda
Coordenação de Produção: Simone de Lima

Sinopse:
Através da análise de filmes e exposição de dados relevantes sobre a cinematografia brasileira, o curso introduz o aluno à História do Cinema Brasileiro, partindo da chanchada, passando pelo Cinema Novo, um movimento de ruptura com o passado cinematográfico do País, até chegarmos ao Cinema Brasileiro Contemporâneo, que abrange não só dilemas atuais como também os mesmos desafios enfrentados pelos realizadores de épocas passadas, a serem explorados neste curso. 

Programa:

Aula 1: A Chanchada
A tentativa de se criar um sistema de estúdio no Brasil. A influência do Teatro Brasileiro de Comédia nos filmes da Vera Cruz.

Aula 2: Cinema Novo – Primeira Fase
O fracasso da experiência industrial dos anos 50, a influência do neo-realismo italiano, da crítica francesa e a "política dos autores”, o movimento cineclubista, o movimento estudantil e o Centro Popular de Cultura, pesquisa de linguagem cinematográfica privilegiando a mise-en-scène, e a maturidade do Cinema Novo com a trilogia do Nordeste: “Vidas Secas”, “Deus e o Diabo na Terra do Sol” e “Os Fuzis”.

Aula 3: Cinema Novo – Segunda Fase
A radicalização política dos anos 60, a “estética da fome” de Glauber Rocha, a produção cinematográfica após o golpe militar, o fracasso do populismo nacionalista, o impasse da luta armada (“Terra em Transe” e “O Desafio”) e a consolidação de uma nova geração cinema-novista.

Aula 4: Cinema Marginal
Rogério Sganzerla, Júlio Bressane e o cinema marginal: a próxima geração do cinema brasileiro. Negação e apropriação de elementos do Cinema Novo.

Aula 5: Brasil, Anos 70: O Cinema de Gênero
O cinema ao encontro do gosto popular. A Embrafilme e o desenvolvimento do cinema de gênero. O apelo popular da pornochanchada. Os filmes policiais de Antonio Calmon.

Aula 6: O Cinema da Retomada
O cinema dos anos 90 e a retomada do diálogo com o passado e a cultura popular, a diversidade da produção e a volta do público ao cinema.

Professor: Fábio Carmaneiro 


 
**********
 
Crítica Cinematográfica

Seminário realizado de 30 de Julho a 17 de setembro de 2005, na União Cultural Brasil Estados Unidos, à Rua Coronel Oscar Porto, 208 – Depto. Cultural 
Realização: EDUCINE – Associação Cultural Educação e Cinema 
Carga Horária: 28 horas
Coordenação Geral: Newton Cannito
Coordenação Pedagógica: Marcos Takeda
Coordenação de Produção: Simone de Lima
 
Programa:
 
Aula 1: Introdução
Discussão dos princípios da crítica cinematográfica. Discussão sobre as funções da crítica. Separação inicial entre a “crítica pertinente”  e “opinião taxativa” .
 
Aula 2: Análise Formal
Princípios de análise fílmica. Aprendendo a identificar os vários “discursos” que compõe a obra, seus elementos constitutivos: fotografia, edição, montagem. 
 
Aula 3: Análise de Discurso
A síntese de todos os discursos de um filme gera um grande “discurso”, que remete ao “projeto ideológico” da obra cinematográfica. Análise do projeto de alguns filmes propostos, levando-se em conta a sua realização final ou, em outros casos, detendo-se apenas no escopo ideológico do projeto. 
 
Aula 4: Gênero
Análise de filme a partir da teoria de gêneros. Definição de gêneros e discussão dos limites. 
 
Aula 5: Autor
Análise de filme a partir da teoria do autor. Discussão do conceito de “autor” no cinema. Tentativa de se enquadrar o filme dentro da trajetória de seu diretor.
 
Aula 6: Outras Disciplinas
A partir das experiências individuais dos participantes do curso, tentar interpretar filmes a partir de outras áreas do conhecimento, seja a filosofia, a história, a psicologia, a engenharia, a astrologia...
 
Aula 7: Crítica e o Mercado
Análise do filme como produto cultural. Estudo do projeto comercial do filme, sua estratégia de lançamento e tentativa de recorte do suposto público ao qual ele se destina. Análise do mercado cinematográfico e das estratégias de lançamento. Discussões pautadas em “economia cinematográfica”.
 
Aula 8: Repensando
Reescrevendo a primeira crítica. Conclusões finais do curso. Avaliação da evolução dos alunos, com pareceres individuais. A função da crítica hoje. Revisão da primeira crítica feita pelo aluno.
 
Professores: Fábio Carmaneiro, Roberto Sadowisc e Daniela Castilho


 
**********
 
Seminário de Direção Audiovisual

Seminário realizado de 01 de outubro a 17 de dezembro de 2005, na União Cultural Brasil Estados Unidos, à Rua Coronel Oscar Porto, 208 – Depto. Cultural  
Realização: EDUCINE – Associação Cultural Educação e Cinema 
Carga Horária: 42 horas
Coordenação Geral: Daniela Castilho
Coordenação Pedagógica: Marcos Takeda
Coordenação de Produção: Simone de Lima

Sinopse:
O Seminário tem como objetivo introduzir o aluno na compreensão do trabalho de um diretor através da exposição de várias etapas que compõem o processo criativo de um filme. O Seminário é composto de 3 módulos e cada módulo tem carga horária de 14 horas.
O Seminário irá abranger temas como: produção, roteirização, preparação de atores, direção de arte, concepção fotográfica, trilha musical, montagem, pós-produção, entre outros.

Programa:
 
MÓDULO I – PRÉ-PRODUÇÃO

Aula 1 – Produção
A equipe de filmagem, o papel do produtor, a relação do produtor com o diretor, projetos, leitura técnica do roteiro, viabilidade, entre outros.
Profª Ana Gianasi

Aula 2 - Roteiro e Decupagem
Preparação da filmagem, plano de filmagem. O que é decupagem, noções de decupagem e regras de continuidade. Posições de câmera, disposição e movimentação dos atores no cenário. O ponto de vista da câmera e o direcionamento dos olhares dos personagens.
Profª Lina Chamie

Aula 3 – Produção Executiva
Elaboração de projetos, captação, viabilidade de produção, leis de incentivo. Processo de produção e execução do filme. O trabalho da Produção Executiva junto ao Diretor.
Prof. Walter Webb

Palestra 1: Marçal Aquino


MÓDULO II – PRODUÇÃO E FILMAGEM

Aula 5 – Preparação de Atores
Ator-autor, imersão na obra proposta, relação com o diretor, improvisação, recriação e exercícios.
Prof. Sérgio Penna

Aula 6 - Direção de Fotografia 
Discussão sobre os conceitos de enquadramento, encenação e profundidade de campo. Iluminação e equipamento, as diferentes câmeras. O processo de concepção junto ao diretor.
Prof. Carlos Ebert

Aula 7 – Direção de Arte
O processo de filmagem, a concepção artística e relação com o diretor e com o diretor de fotografia. Produção de arte, cenário, locação, produção de objetos. O trabalho junto a figurinistas, cabeleireiros e maquiadores.
Profª Daniela Castilho

Palestra 2: Walter Carvalho

MÓDULO III – MONTAGEM E FINALIZAÇÃO

Aula 9 - Concepção Sonora
Técnicas de composição dirigidas à ação dramática. Conceitualização estética e processo de produção musical para o cinema.
Prof. Alexandre Guerra

Aula 10 - Montagem
Regras de continuidade, ritmo no filme, técnicas de montagem, o papel do montador. A importância da captação do som e da montagem do som no filme.
Prof. Miriam Biderman

Aula 11 – Pós-produção
Execução de efeitos especiais, ferramentas de trabalho, técnicas, retoques, correções de cor e relação com o diretor.
Prof. Marcelo Siqueira 

Palestra 3: Fernando Bonassi